22 de Oct de 2017  |   14.7° Lisboa Temperatura em Lisboa  17.3° Porto Temperatura no Porto   |  Utilizadores Online 1
Notícias > Marchionne não acredita nos elétricos atuais
2017-10-13

Marchionne não acredita nos elétricos atuaisO patrão da FCA não está convencido que seja economicamente viável produzir carros elétricos, no cenário atual. E deu como exemplo a Tesla.
Sergio Marchionne defende que os elétricos atuais não são tão limpos como as pessoas pensam. O responsável máximo pela Fiat Chrylser Automobiles (FCA) não está convencido que os elétricos de hoje sejam a solução, considerando que a produção de modelos elétricos ainda não é economicamente viável e deu a Tesla como exemplo. “Por muito que goste de Elon Musk, e ele é um bom amigo e tem feito um excelente trabalho na promoção da Tesla, não estou convencido do modelo de negócio da marca”, confessa Marchionne. Ouvido pelos jornalistas, o gestor italiano diz que é extremamente importante ter em conta a energia e os combustíveis fósseis que são precisos para construir este tipo de carros. “Penso que enquanto não analisarmos a origem da energia elétrico, como arranjar baterias para esses carros, o que custam em termos de CO2 e para o ambiente, a ideia que os elétricos é que salvarão o planeta é absurda”, reforça. “Se a base da produção da energia elétrica for nuclear, não tenho nada a opor. Mas apoiarmo-nos nos combustíveis fósseis para o fazer, é um problema”, diz o gestor italiano. Recorde-se que a Fiat vende na Califórnia o 500e, uma versão elétrica do citadino. Contudo, foi o próprio Sergio Marchionne a pedir para ninguém comprar o carro uma vez que o fabricante perde dinheiro com cada unidade comercializada. Apesar destas afirmações, a FCA prevê “eletrificar” alguns modelos nos próximos anos, com Maserati a liderar o processo a partir de 2019.
Ler no Autohoje

Outras notícias
Olha o jeitoso!: Jeep Renegade | Mazda CX-3 | Mini Countryman
Olha o jeitoso!: Jeep Renegade | Mazda CX-3 | Mini Countryman
Comparativo de SUV urbanos irreverentes e com muita personalidade, a rondar os 30 mil euros.
O topo de gama: Mercedes-Benz S400 d
O topo de gama: Mercedes-Benz S400 d
No Teste da Semana, um verdadeiro “porta-aviões” cheio de luxo, equipado com um novo motor de seis cilindros em linha.
Carlos Tavares admite reduzir custos na Opel
Carlos Tavares admite reduzir custos na Opel
O CEO PSA afirma que os custos de produção da marca alemã são pelo menos 50% superiores quando comparados com as fábricas francesas.
Jaguar XK poderá ter sucessor
Jaguar XK poderá ter sucessor
A plataforma do próximo F-Type deverá ser partilhada com um novo GT de quatro lugares.
Toyota testa Prius SUV
Toyota testa Prius SUV
A marca japonesa estará a equacionar substituir o atual monovolume Prius Plus por um crossover/SUV.
O primeiro confronto: VW T-Roc
O primeiro confronto: VW T-Roc
O novo modelo da Autoeuropa foi posto à prova face a alguns dos rivais diretos. Será que valeu a pena esperar?
fechar

Recomendar este anúncio

Aproveite a ocasião e recomende este anúncio ( ) a um amigo ou familiar.

O seu Nome:


O seu Email:


O Email do destinatário:


Comentário:


Subscrever a newsletter    

fechar

Reportar anúncio

Nunca envie dinheiro a desconhecidos.
Ignore respostas em qualquer língua estrangeira.


Se sente que este Anúncio é uma fraude ou contém qualquer outro tipo de erro, pode reportar essa informação para a nossa equipa de suporte. O seu IP: será guardado para prevenir o uso abusivo.

Razão da queixa:

Clique em adicionar aos favoritos quando quiser adicionar o anúncio aos seus favoritos.

Os meus favoritos

fechar
Este anúncio já não se encontra disponível.

As minhas pesquisas

fechar
Quando estiver numa pesquisa, clique em guardar quando quiser guarda-la.

Últimos anúncios

fechar
Regras

Subscrever a newsletter

Conselhos à deteção de Fraude

Condições Gerais de Utilização

Conselhos úteis

Como avaliar um usado?

Como negociar um usado